Você já desaprendeu a engatinhar?


Aqui no Brasil, a cultura de atividade física para idosos ainda está engatinhando.


O povo chinês, por exemplo, tem tradição em praticar atividade física ao ar livre. Na hora do almoço, executivos descem dos prédios para fazer ginástica nas praças, fartamente equipadas, e a terceira idade procura se manter bastante ativa, utilizando os aparelhos ou fazendo tai-chi-chuan, por exemplo.


Por aqui, ainda engatinhamos: muitas vezes são as crianças quem usam os aparelhos instalados nas praças deixando idosos sem o espaço. Já na Finlândia, achei bacana ver que são os avós quem levam os netos aos parquinhos e lá aproveitam para brincar também.


A Organização Mundial da Saúde preconiza que a pessoa pratique qualquer atividade física durante 30 minutos, três vezes por semana. Para não ser considerado sedentário é preciso dar 10 mil passos por dia. A criação de espaços com aparelhos específicos pode ser uma excelente maneira de incentivar a prática do exercícios físico. Mas convém fazer uma avaliação médica prévia para saber se o organismo está apto. O médico pode recomendar exercícios mais indicado, ressaltando seus benefícios para a saúde para cada caso.


Para começar, uma breve caminhada pode ser mais adequada. Minha sugestão, durante o exercício, é que se dê alguns passos traçando um trajeto em zigue-zague para trabalhar o equilíbrio. A regularidade da atividade física vai melhorando o condicionamento geral, facilitando a capacidade funcional do corpo. Mas vá com calma e faça os movimentos sem forçar, de acordo com as possibilidades e consciente dos limites existentes. E é aconselhável fazer um alongamento anterior. Para idosos, há aparelhos que ajudam a alongar aquecendo a musculatura de costas, abdome, pernas e braços.


Não convém começar a sessão de exercícios com o aparelho chamado esqui, por exemplo. Os pedais movimentam bem as pernas e os braços também são utilizados, exigindo bastante da capacidade respiratória e da coordenação motora. Melhor deixar este equipamento para quando o corpo estiver mais preparado para fazer exercícios mais completos


Saúde e longa vida!


______

Dr. Fabio Ravaglia é cirurgião ortopedista e traumatologista, CRM: 54294 – RQE: 11.9090/8 - presidente do Instituto Ortopedia & Saúde, idealizador dos Projetos Cidadania - Caminhadas com Segurança, Desafio com Degraus, Caminhada Nórdica, entre outros, que tem como objetivo levar informações sobre saúde e promover para hábitos saudáveis e qualidade de vida junto à população.Instituto Ortopedia & Saúde - 11 3289 8000.



Instituto Ortopedia & Saúde

Rua Itapeva, 490 - 10o. andar - São Paulo, SP (Próximo da Av. Paulista e do Metrô Trianon-Masp)

Telefones:  (11) 3289 8000  |  (11) 3373 8899  |  faleconosco@ortopediaesaude.org.br

Acompanhe-nos pelas redes sociais

  • TV Saúde no Youtube

Curadoria:  Rodrigo N. Ferraz  |  rodrigo@upbeatconsulting.com.br  |  55 11 5199 2919